Há dois princípios que se destacam na filosofia da LabWare para o desenvolvimento de seu produto LIMS (Sistema de Gestão de Informações para Laboratórios). O primeiro e mais importante é o princípio de que qualquer item que seja necessário deve ser configurável e não personalizável pelo cliente que precisa da implementação. Vamos deixar mais claro o significado disso:

Uma configuração implica que ferramentas e mecanismos padrão do produto serão usados para conseguir um determinado efeito. Ela pode envolver o uso de modelos e exigir a invocação de uma linguagem de script (no LabWare LIMS, essa linguagem é chamada de LIMS Basic ). Essa linguagem de script geralmente permite que o usuário invoque funções padrão do aplicativo, que necessariamente se comportarão de forma previsível e correta. Por exemplo: registrar uma amostra no LabWare LIMS com uma função LIMS Basic vai funcionar exatamente da mesma forma que o registro da amostra a partir de uma das telas de login. A trilha de auditoria será produzida, todos os gatilhos e regras configurados serão acionados e todos os recursos de segurança configurados serão usados.

A alternativa para a configuração é a personalização. Geralmente, ela exige o uso de ferramentas de software, muitas vezes as mesmas já usadas para desenvolver o produto principal, alterando o aplicativo para trabalhar com a situação de cada local. Essa abordagem tem vários possíveis perigos. O comportamento do código personalizado pode não ser igual ao do código original e, principalmente se o programador que faz a personalização não compreender perfeitamente o funcionamento interno do produto, é provável que isso aconteça. Com a personalização, é fácil ignorar itens de segurança que precisam ser seguidos (um problema grave principalmente para laboratórios regulamentados ou credenciados). O uso de código personalizado também põe em risco a possibilidade de atualizações futuras.

O outro princípio seguido religiosamente pela LabWare é que todas as melhorias são motivadas, em última instância, pelas necessidades dos clientes seja por pedidos diretos ou indiretos, a partir dos consultores que trabalham com os clientes. Dessa forma, a LabWare desenvolve continuamente as ferramentas e módulos para acompanhar o desenvolvimento das necessidades dos clientes, mas de forma que siga o primeiro princípio, ou seja: tudo é feito para ser configurável e genérico, para que todos os clientes aproveitem as melhorias e avanços que foram solicitados por clientes específicos.